Sistemas de queimadores AC

Queimadores elevados simples, com chamas visíveis e controlo mínimo relativo ao processo de combustão

  • Chama aberta, queimador elevado
  • Chama pré-ventilada
  • Controlo manual da temperatura da chama
  • Luminosidade reduzida
  • Controlo da altura da chama pelo operador
     

Dados importantes

  • Caudal nesta gama de série: 250 a 10.000 Nm3/h
  • Aumento de pressão através do compressor de gás: 150 mbarg (aprox.)
  • Temperatura da chama: 800 a 1000ºC
  • Tempo de retenção: não especificado
  • Concentração mínima de metano para sustentar a combustão: 20%
     

A gama AC de chaminés de queima está concebida para oferecer um determinado controlo sobre o processo de combustão num queimador de chama elevada. O bico do queimador está projectado com base no princípio da combustão pré-ventilada proporcionando a opção de uma chama curta, intensa, não luminosa, por oposição à chama longa, vagarosa, de ponta amarela habitual nos queimadores de difusão.

As temperaturas da chama estão controladas no intervalo de 800 a 1000ºC, dependendo da concentração de metano, do caudal e das condições dos ventos dominantes.

A ignição é automática após o arranque e a reignição após falha da chama é automática para um período ajustável pelo operador.

A unidade pode funcionar como uma estação de dispersão e ventilação, caso os níveis de gás sejam tais que não permitam que a combustão se mantenha.

O operador dispõe ainda da opção de operar a unidade no modo "run on". Após falha da chama, a unidade tenta a reignição ao fim de um período definido pelo operador e depois continua a funcionar como ventilador, se a reignição não for bem-sucedida.

Esta última característica é particularmente útil quando os níveis de metano descem e é importante manter activo o controlo da migração independentemente de haver ou não combustão.

Embora esta unidade esteja concebida para proporcionar maior controlo do processo de combustão, não permite o controlo da temperatura da chama que é exigido por determinadas normas de emissões que estão a entrar em vigor.

Com um queimador elevado não é possível qualquer controlo do ar secundário de combustão, aquele ar que se mistura com os gases de combustão após a abertura de queima, e o factor de diluição varia com, por exemplo, as condições do vento.

Em determinadas condições ambientais é possível manter uma temperatura da chama de 1000ºC com uma estabilidade razoável, mas se a percentagem de metano for baixa e a velocidade do vento elevada, é muito difícil uma aproximação a este número.

Não é sem dúvida possível obter tempos de residência prolongados a temperaturas altas com um queimador elevado.

Este é um factor que rege todos os tipos de sistemas elevados de queima.

Para obter queimadores que satisfaçam as condições de combustão exigidas por normas em vigor, é necessário passar para as unidades de queima das gamas SC, MC e RB.


 

Transferência de fichas técnicas:
Sistemas de queimadores AC


    Warning: Use of undefined constant ds_url - assumed 'ds_url' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /homepages/34/d404072852/htdocs/organics.co.uk/pt/_function-pt.php on line 108
  • AC Range flare


Voltar à página anterior